.

Esportes

Guarani diz ter garantias bancárias e promete acerto salarial em poucos dias

Publicado

em

São Paulo Notícias – 26 de maio, 2020 – Futebol Paulista – Com a queda brusca nos rendimentos, os clubes de futebol tem dificuldades de pagar seus atletas e até mesmo funcionários, é o caso do Guarani, que luta contra as dificuldades financeiras.

O presidente Ricardo Miguel Moisés revelou que o clube não recebeu os valores de parte das cotas da Federação Paulista (FPF) e Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

No Bugre o salário dos funcionários estão atrasados em um mês e dos atletas dois meses, (março e abril).

O Guarani em nota informou que o dinheiro deve ser pago em até dez dias úteis, tempo estipulado para que o dinheiro chegue na conta após os trâmites burocráticos.

Desde o inicio de maio foi definido a redução de 25% dos salários dos jogadores, comissão técnica e funcionários do Guarani, pratica comum entre todas empresas do país para enfrentamento da paralisação econômica com a crise causada pelo isolamento social.

Publicidade

Destaque